25 de setembro de 2018
Manaus,BR
°C

Notícias

Por orientação médica, Fininho não viaja para enfrentar o São Raimundo-PA Jogador passou por cirurgia após fratura no nariz e necessita de máscara para voltar a jogar sem risco à saúde. O material não é vendido em Manaus e só é feito sob medida

Por orientação médica, o meio-campista do Nacional Futebol Clube, Fininho, não viajou com a delegação azulina neste sábado (12), rumo à Santarém-PA, para enfrentar o São Raimundo-PA, no domingo (13), em jogo de volta, pela Série D do Campeonato Brasileiro.

O especialista em buco-maxilo-facial, Dr. Gustavo Albuquerque, responsável pela cirurgia do jogador, o liberou para jogos desde o dia 05 de maio, no entanto, determinou que o atleta só retornasse a disputa de partidas utilizando uma proteção (tala nasal), por 30 dias.

A fisioterapeuta do clube, Dra. Régia Coelho ressalta a evolução física do jogador e lamenta ele ainda não poder defender o Leão da Vila.

“O atleta está liberado para treinos e vem trabalhando forte. Fininho é um jogador muito determinado. Está muito bem condicionalmente, porém, estamos providenciando a máscara, no entanto, até o momento não conseguimos, pois não tem em Manaus. É somente o que falta. Infelizmente para esse jogo, ele ainda não vai”, lamentou.

A profissional explica que não existe este material na capital amazonense e que isso tem dificultado. O clube encontrou em Estados de outras regiões, mas não fazem pronta entrega.

“Já tentamos comprar em várias lugares do país, porém, nenhum local faz pronta entrega. Somente sob medida. O jogador tem de ir até o local, fazer o molde e depois retornar. Essa é a maior dificuldade, mas o clube está fazendo todos os esforços para que o nosso capitão retorne o mais breve possível”, ponderou.

Fininho compreende orientação

Fininho revela a tristeza de não poder ajudar seus companheiros neste duelo, compreende a orientação médica e destaca o esforço do clube para o seu retorno ao time.

“Eu fico triste porque já estou muito tempo fora (dos jogos) e pelo fato de ter recuperado a forma física. Essa semana já treinei bem no coletivo, mas pela minha saúde eu tenho que respeitar a ordem médica de só entrar em campo com a máscara. O Nacional está providenciando, mas infelizmente até o momento ainda não conseguiu”, disse.

O jogador e capitão do time, deseja sorte aos seus companheiros na partida contra o São Raimundo.

“Espero que o nosso time consiga fazer um bom jogo domingo, traga um resultado positivo e se tudo der certo, no próximo eu já possa estar em campo”, revela esperançoso.

Confira o laudo médico na íntegra

PACIENTE: Joelson Amorim Guedes

Paciente, 32 anos, esportista (jogador de futebol profissional), vítima de traumatismo direto na face (durante o jogo), queixando-se de dor e epistaxe. Ao exame: observado edema, hematoma e deformidade nasal. Realizou radiografia da face que apresentou fratura do osso nasal com desvio, realizado correção cirúrgica para a redução das fraturas dos ossos nasais e desvio de septo dia 23/04/2018.