20 de novembro de 2018
Manaus,BR
°C

Notícias

Naça estreia na Série D, neste sábado (22), às 16h, na Colina Leão da Vila chega pela 6° vez no Campeonato Brasileiro. Em 2013, equipe azulina chegou às oitavas de final

Neste domingo (22), o Nacional Futebol Clube fará sua estreia na Série D do Campeonato Brasileiro contra o São Raimundo-RR, às 16h, no estádio Ismael Benigno, a Colina.  Esta é a 6° que o clube disputa a competição, com participação em 2009, 2011, 2013, 2015, 2016 e agora em 2018. Destaque para o ano de 2013, quando o Naça chegou às oitavas de final jogando contra o Salgueiro-PE. O placar foi de 2 a 2 e uma partida marcada por muitas emoções.

Elenco

Considerado mais regionalizado, o elenco de 2018 para a Série D é composto por 32 atletas, a maioria naturais de estados da Região Norte.  É um fator positivo, pois despertar o orgulho em defender um clube de sua região, numa competição nacional.

O goleiro Marcelo Valverde, formado na base do Flamengo e com passagem pelo futebol Português, chegou ao Nacional em 2017 e, de lá para cá, garantiu a titularidade absoluta.  É considerado um dos melhores arqueiros com passagens pelo Leão da Vila.

O zagueiro Guigui, jogador revelação em 2016 pelo Fast Clube-AM e com passagem pelo São Raimundo-AM na temporada passada, ele veio para o Naça com sede de vitórias e disposto a deixar seu nome gravado na Vila Municipal.

O meia Jailton, foi campeão da Série C em 2011 pelo Joinville/SC. Ele chegou no Naça como um dos reforços para a Série D e um dos homens de confiança do técnico Lecheva.  Esta é a segunda passagem do meia pela Região Norte, porém a primeira no Amazonas.

Outro meia é Charles, um dos nomes mais conhecidos da torcida azulina.  O jogador retorna ao Naça em 2018 após uma passagem pelo Caldense-MG.  Jogador decisivo, o meia de 26 anos mantém o foco em levar o Nacional à Série C em 2019.

Técnico

Ricardo Mendes, o Lecheva, ficou conhecido no Brasil, principalmente na Região Norte, por ser uma das principais peças na ascensão do Paysandu para a série B em 2013. Seu trabalho consiste em treinamentos intensivos, busca educar a parte psicológica do elenco. Exige muito a coletividade dentro de campo, além de foco e dedicação de cada atleta.  O técnico sabe que não será uma tarefa fácil, entretanto, está empenhado e disposto a enfrentar este desafio.

Serão seis desafios para o Nacional nesta primeira fase da competição.  Podendo considerar cada uma como uma final.

Ingressos

Os ingressos estarão à venda na bilheteria do estádio Ismael Benigno, a Colina. Os valores são de R$ 30 inteira e R$ 15 reais meia.

Promoção

Mulheres que forem ao estádio uniformizadas com a camisa do Nacional e com camisas de torcidas organizadas do clube, terão direito a meia entrada.