21 de agosto de 2018
Manaus,BR
°C

Notícias

Todos no gramado. Departamento médico vazio Preparador físico e fisioterapeuta do Naça falam o motivo do Departamento Médico do clube está desocupado

Prevenção é a palavra de ordem ‘pelas bandas’ do Centro de Treinamento Barbosa Filho. Isso é comprovado quando se vê o vazio no Departamento Médico do clube. Nenhum jogador lesionado. Todos à disposição do técnico Arthur Bernardes.

A fisioterapeuta do clube, Dra. Régia Oliveira, revela qual o trabalho que vem gerando bons resultados ao elenco do Leão.

“Toda nossa preparação com o elenco do Nacional FC é feita a nível de propriocepção, alongamentos, liberação miofascial dentre outros. No vestiário, antes dos jogos, fazemos alongamentos, aplicação de kinesio taping e outros métodos que usamos. Todos são fundamentais. E o reflexo disso é o DM vazio”, disse.

A Dra Régia conta que os trabalhos realizados são fundamentais para se chegar a este nível e ressalta que os atletas estão preparados para a partida diante do Fast Clube.

“Com esses trabalhos, o jogador consegue relaxar e alongar os músculos, principalmente na semana que tem um jogo importante, onde a equipe tem um treino mais intenso e esse método de prevenção evita as lesões que o jogador poderá vir sofrer. Todos os jogadores estão preparados fisicamente e taticamente para esse jogo de sábado”, garantiu.

Na foto, a Dra. Régia Oliveira, realiza liberações miofaciais para o relaxamento da musculatura no meia, Fininho, após mais um dia de treino.

A fisioterapeuta que tem mais de 14 anos de experiência no futebol, afirma que esses resultados também se devem à parceria que ela tem com o preparador físico, Sidney Sprada, o Sidão.

Para o preparador, contar com um Departamento Médico dedicado é essencial para ter os atletas aptos a entrarem no gramado.

“Hoje nós não temos ninguém no DM, isso é devido a este trabalho e o time tem colaborado. Com a chegada do professor (Arthur Bernardes), só reforçou a equipe, porque hoje não temos nenhum jogador lesionado, além do trabalho psicológico que sabemos o quanto é importante e isso no futebol é uma grande vantagem”, falou.

Quem mais está satisfeito com o DM vazio é o técnico, Arthur Bernardes. Ele ressalta que a essa altura do campeonato, quanto mais preparados fisicamente os atletas estiverem, melhor estarão psicologicamente.

“Todo trabalho com a equipe do DM e o preparador físico são essenciais para nosso time. Essa sintonia de força, potência, velocidade, academia, piscina, sem dúvidas reflete muito durante os jogos. E acreditamos que todo esses métodos utilizados durante a semana e a força de vontade dos jogadores, teremos um resultado positivo no jogo que se aproxima”, concluiu o comandante azulino.

O Naça enfrenta o Fast Clube no próximo sábado (17), às 15h, no estádio Ismael Benigno, a Colina.