24 de setembro de 2018
Manaus,BR
°C

Notícias

Primeiro título do Naça em 2018

É campeão! O time sub-18 do Nacional Futebol Clube foi campeão da Copa das Cachoeiras. A final da competição ocorreu no último domingo (28), no município de Presidente Figueiredo, distante 125 km da capital Manaus.

Na tarde da última quarta-feira (31), os campeões foram recepcionados pela presidência do Leão da Vila Municipal com um coquetel, no Centro de Treinamento Barbosa Filho. Na ocasião, foi entregue o troféu ao presidente Roberto Peggy. O mandatário fez questão de parabenizar os atletas e comissão técnica e ressaltou a importância do título para o clube.

“Todos estão de parabéns. Era um torneio interestadual, existiam outras equipes de outros estados disputando e isso fez com que percebêssemos que o trabalho iniciado em 2017 na base começa a dar frutos. Nós temos um time juvenil consistente que vai se manter unido, vai participar de outras competições, mesmo amadoras, com o objetivo de se preparar para o juvenil desta temporada”, disse.

Peggy garantiu ainda que o Naça pretende dar continuidade ao trabalho que vem sendo realizado na base, já que o principal objetivo é formar atletas dentro de ‘casa’.

“Queremos dar continuidade ao trabalho que, pesar de ser muito discreto, ainda sem muito investimento, a gente começa a dar um propósito para a base, a inspirar as pessoas para que elas continuem acreditando, principalmente os atletas que continuem sonhando com um ‘lugar ao sol’, pois é o que estamos fazendo, alguns atletas já ascenderam ao time profissional e se Deus quiser, ainda este ano, no máximo o próximo ano, a gente está fazendo as primeiras revelações”, declarou.

Esta é a primeira vez que o Nacional FC participa da competição. Na última edição, o campeão foi o time venezuelano Sporting Cristal. Em 2018, além da taça, o Naça também trouxe para Manaus, o artilheiro e vice da Copa das Cachoeiras, o Andrell Castro, o Rodinha, e o Higor Benfica. O primeiro fez 5 gols, enquanto segundo balançou a rede por quatro vezes.

Para um dos diretores da base, Wilson Machado, esse título mostra que o trabalho voltado à base está sendo levado a sério.

“A importância desse título foi a premiação ao trabalho que vem sendo feito na base, onde o Nacional FC está levando a sério. O clube está acreditando que é a solução para tirar o clube desta situação. Mas também serviu de motivação para os atletas e para o clube que com esse título dá uma respirada. Então já começamos o ano com um título e por ser interestadual isso é muito motivador”, destacou.

A campanha

Os garotos do Leão da Vila Municipal foram campeões com uma campanha brilhante. No total foram 5 jogos, 3 vitórias, u1 empate e apenas 1 derrota.

Para o auxiliar técnico da equipe, Willian Silva, o maior orgulho está em ver a base do futebol local sendo valorizada. Ele revela que é um resgate, uma vez que não alcançavam um título há 5 anos.“Primeiro que é sempre bom ser campeão. É uma competição a nível interestadual. É de encher os olhos da base de clubes de todos estados. A importância é que a gente vem resgatando nossa base que estava esquecida há 5 anos. E em menos de 1 ano a gente foi vice campeão em 2017. E abrimos o ano de 2018 como campeões desta competição. Esse ano teremos um calendário bom para a base e com um grupo muito forte Iremos em busca de títulos para abrilhantar ainda mais nosso clube e o maior objetivo é revelar jogadores identificados com o Nacional FC. Garoto que saiu daqui, vai vestir a camisa do Nacional FC com orgulho, amor e brigar por cada competição que participar. Esse é nosso objetivo”, frizou.

A competição

Copa das cachoeiras está na sua IV edição. Este ano ocorreu nos dias 26, 27 e 28 de janeiro, no município de Presidente Figueiredo. A Federação Amazonense de Futebol, chancela a competição.

Além do Naça, equipes tradicionais concorreram ao título de campeão como: São Raimundo-RR, Clube Nacional Borbense, a equipe da cidade sede, o Clube Atlético Figueiredense, Real Manaus, Santos (escolinha), Guerreirinhos,