20 de Janeiro de 2018
Manaus, BR
°C

Notícias

Arthur Bernardes deixa o comando do Leão da Vila Municipal e Sinomar Naves é escolhido para assumir o posto

Após uma longa e vitoriosa trajetória em 2017, que rendeu ao Nacional Futebol Clube o vice-campeonato estadual e, consecutivamente, o calendário da equipe azulina para 2018, Arthur Bernardes não será mais o técnico do Leão da Vila Municipal.

De acordo com Bernardes, foi uma proposta feita por um clube de fora do Brasil que lhe impediu de continuar no Naça. “Já estava com as malas prontas para voltar a Manaus e, assim como no início de 2017, estava animado para começar os trabalhos. Mas infelizmente não pude recusar a proposta que me foi feita. Da mesma forma que todos devemos procurar melhorias para as nossas vidas, eu também faço o mesmo e neste momento, aceitar essa proposta foi a melhor decisão a ser tomada”, disse.

O presidente do Nacional, Roberto Peggy Pinheiro, lamentou por Bernardes não poder mais comandar o Leão da Vila Municipal, mas desejou sorte na nova caminhada. “O Arthur vinha fazendo um ótimo trabalho e seria muito bom se ele continuasse conosco, mas entendo as limitações que o nacional oferecia e se essa decisão foi melhor para ele e sua família, que tenha sucesso e continue sendo um excelente profissional”, destacou.

“O Nacional é um clube que me tratou muito bem e sempre procurei dar o melhor de mim, mas outro caminho surgiu e eu precisei aceitar. Quero deixar claro que tenho um enorme carinho pelo Naça e que sempre vou estar na torcida pelo clube, independente de qualquer coisa, mas, para mim, é hora de trilhar um novo caminho”, finalizou o, agora, ex-comandante azulino.

Em virtude da saída de Arthur Bernardes do Nacional, a diretoria se reuniu para definir o novo técnico do clube azulino e decidiu trazer de volta Sinomar Naves, técnico que foi campeão estadual pelo Leão da Vila Municipal em 2014, em uma vitória épica contra o Princesa do Solimões, que terminou com o placar de 5 a 1 no Sesi – Clube do Trabalhador, e garantiu ao Nacional o 42º título amazonense de futebol profissional.

“É uma grande honra para mim poder fazer parte do clube novamente. Sei que teremos muitos desafios pela frente e farei o que estiver ao meu alcance para cumprirmos os objetivos”, afirmou Naves ao ser informado sobre a sua escolha como o novo técnico do Leão.

Naves terá, a partir de sexta-feira, dia 5, apenas 15 dias para definir os onze que entrarão em campo na abertura do Amazonense contra a equipe do Manaus Futebol Clube. Além disso, o segundo desafio será entre os dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro, oportunidade em que será realizada a partida da primeira fase da Copa do Brasil, contra a equipe da Ponte Preta – SP.