17 de dezembro de 2017
Manaus, BR
°C

Notícias

Naça realizou amistoso contra o Manaus FC

Já deu para ver como as equipes amazonenses estão se saindo, mesmo antes do campeonato começar. O amistoso terminou em 3 a 2 para o Manaus Futebol Clube. A partida que foi realizada nesta quinta-feira (21), às 15h, no campo da Academia de Futebol Omar Aziz, marcou uma derrota para o Naça, mas ainda assim, com muitas emoções para as duas equipes.

O técnico, Sandro Silva, que é o responsável pelo time infantil do Nacional falou a respeito do que se pode observar do jogo.

“Hoje a gente viu que o time precisa amadurecer, precisamos de mais jogos. O infantil do Naça é quase todo 15 anos e essa foi a primeira partida deles. O adversário era bom e tem um time mais rodado que a gente”, avaliou.

Sandro ressalta também o que pode aprender do confronto diante do Gavião do Norte. Segundo ele, o time azulino teve chance para empatar a partida. No entanto, ele revela o que a derrota pode ensinar aos garotos.

“As derrotas são válidas para o aprendizado, para ver a postura do atleta, para descobrir o limite de cada um. Serve para tirar boas lições. Isso antes do campeonato, depois que começar já não podemos mais pensar nisso. Nosso time quase chega ao empate, nós colocamos uma pressão no final e infelizmente o tempo passou muito rápido”, completou.

O Mais Querido ainda tem tempo para ajustar o que pode e fazer um bom torneio com esses garotos. Os Campeonatos infantis e juvenis começam dia 27 de agosto.

O adversário Manaus FC

O Manaus Futebol Clube é o caçula do futebol amazonense. Com três anos de fundação, a equipe está pronta para disputar mais uma competição. Adversário garantindo do Naça, o Gavião do Norte alcançou a vitória no amistoso diante do Leão, nesta quinta-feira.

O treinador do Manaus, Jorginho Barreto, avaliou o comportamento de sua equipe no amistoso contra o Naça. “Foi um bom jogo. Conseguimos colocar em prática o que estamos treinando. É bom para todos do elenco”, disse.

O comandante falou dos preparativos e da ainda da expectativa para o início do campeonato infantil 2016.

“Começamos um trabalho há duas semanas e ainda está chegando jogador para a gente. A base já é bem experiente e também estamos colocando atletas novos para o jogo. Nós precisamos melhorar o nosso meio de campo, mas estamos vendo que nossa equipe tem se portado bem e procuramos evoluir e a nossa expectativa para o início do campeonato é muito boa”, concluiu.

Colaborou: Arisson Rocha