16 de dezembro de 2017
Manaus, BR
°C

Notícias

Vamos à luta, lutar para vencer

O Nacional Futebol Clube está para estrear na Série D do Campeonato Brasileiro. Neste domingo (12), contra o Gênus, em Rondônia, no estádio Aluízio Ferreira, jogadores e comissão técnica colocarão em prática o que foi treinado em pouco mais de um mês de preparação. Amistosos foram realizados, novos jogadores contratados e a parte psicológica também recebeu atenção do clube.

Para o trabalho acontecer com êxito e o Nacional conquistar o acesso à Série C, Vagner Benazzi foi contrato e apresentado no dia 9 de Maio. Conhecido como “rei dos acessos”, o técnico conta com uma competente comissão técnica. Alan George e Darcy Marques são os auxiliares e Emerson Polimeno cuida da preparação fica do time. Iuna prepara os goleiros do Mais Querido para a disputa também do Campeonato Amazonense.

Ao todo, três amistosos de peso foram realizados para deixar a equipe calibrada para a competição. Contra o Baré/RR, no dia 22 de maio, a partida foi bastante disputada e faltosas. Entretanto, o Naça venceu por 2 a 0, com gols de Nonato e Osvaldir.

“O campeonato da Série D vai ser igual a esse jogo, pegado, disputado, com entradas fortes e até desleais. Temos que ter consciência disso e trabalhar mais para entrarmos calibrados na competição”, avaliou o treinador, um dia após a vitória do Naça em entrevista coletiva.

Pegado e disputado também foram os últimos dois amistosos preparatórios do Nacional para a Série D. O adversário? Princesa do Solimões. Em Manacapuru, empate sem gols e, na Arena da Amazônia, em partida emocionante e ríspida, empate com gols: 2 a 2. Thiago Ulisses e Thiago Verçosa marcaram para o Nacional. Já para o time visitante, os gols foram de Randersons e Wewerton.

Elenco

Com a chegada de Vagner Benazzi, o Nacional contratou mais dez jogadores:  Esquerdinha, João Paulo, Tom, Thiago Bernardi, Luís Henrique, Tiago Ulisses, Nonato, Alex Cazumba, Malaquias, Rafael Bastos. Atualmente, o Leão conta com 37 atletas.

Titular nos três amistoso do Mais Querido, Nonato sabe da responsabilidade que carrega. O camisa 9, que tem um gol e uma assistência com o Manto Azulino, afirmou que o grupo é experiente e vão lutar pelo acesso.

“A gente sabe da cobrança pelo acesso. A responsabilidade é muito grande, mas a experiência que a gente adquire por alguns clube sabe que isso é normal. A cobrança é normal. Mas o grupo que se formou aqui é muito bom, experiente, com grandes conquistas e temos chance de dar muita alegria a nossa torcida”, conclui.

Psicológico

Outra característica marcante no trabalho de Vagner Benazzi, durante um mês de treinamento e amistosos, foi dar atenção a parte psicológica dos atletas. O comandante mostra conhecimento e diz o que faz para deixar o elenco concentrado.

“As conversas sempre serão assim. É para deixar tudo bem claro. Tem que conversar individualmente e coletivamente. Individualmente para cada um entender sua parcela dentro do grupo e coletivamente aquilo é para todos, para saber a hora de cobrir o companheiro entre outros detalhes que fazem diferença”, ressaltou.

O comandante buscar fortalecer o grupo e sair com resultado positivo na estreia na Série D. Os próximos jogo, o Leão da Vila terá dois confrontos em casa. Dia 19 de junho contra o Atlético/AC e dia 26 diante do Trem/AP.