17 de dezembro de 2017
Manaus, BR
°C

Notícias

Naça assina contrato de franquia da Academia de Futebol Omar Aziz

Revelar talentos para o futebol amazonense. É com esse objetivo que na noite desta sexta-feira (27), o Nacional Futebol Clube assinou o contrato de franquia da Academia de Futebol Omar Aziz com a Liga da Comunidade de Santa Etelvina.

IMG_6859

No evento estavam presentes o presidente do clube, Mário Cortez, o diretor de planejamento, Haroldo Falcão, o advogado do clube, Dr. Marcos Andrade, além dos senhores Carlos, André, Ruan Carvalho, Antonina Alves e os representantes da liga do bairro de Santa Etelvina, Oziel Machado e Alison André.

O presidente Mário Cortez falou sobre o início de uma nova era, sob os cuidados da Liga  da Comunidade de Santa Etelvina, quanto a oportunidade de revelar talentos para o futebol amazonense.

“Temos o projeto Craque 2020 e hoje damos o ponta pé inicial dando confiando no trabalho desta comunidade, nas pessoas de Oziel e Alisson, assim estamos franqueando a Academia de Futebol Omar Aziz para que lá eles possam revelar os futuros craques para o Nacional e para o futebol amazonense. Esperamos que tenhamos o maior número de craques deste bairro”, disse.

Saudosista, o mandatário fez questão de relembrar o craque Enock, oriundo do bairro que agora possui a franquia da Academia de Futebol do Naça.

“Na década de 90, quando eu era presidente, o bairro Santa Etelvina já nos presenteou com um craque que foi o Enock. Ele integrou a categoria de base do juniores e depois subiu para o profissional e a gente espera com a abnegação de vocês, possam ser revelados novos valores e que possa ser rentável também. Temos a preocupação com o lado social e também o financeiro para que possamos manter e dar continuidade ao projeto e que outros bairros possam ter a mesma oportunidade”, ressaltou Cortez.

IMG_6805

Quanto a oportunidade de levar o projeto a outros bairros da capital amazonense, o diretor e maior incentivador da ideia, Haroldo Falcão, afirma que esse é justamente um dos principais objetivos do contrato.

“É justamente isso que queremos, que o Nacional chegue a todos os garotos que têm esse sonho. Que esse projeto chegue aos maios diversos bairros de Manaus. Nossa luta é para que eles possam ser treinados por técnico de futebol profissional, buscando aprimoramento tanto técnico quanto tático, assim como buscar oportunidade de melhorar de vida através do futebol, falo isso, não apenas quanto à questão financeira, mas a questão dos benefícios oferecidos através do esporte, mais precisamente do futebol”, afirmou.

Sobre os esses benefícios do futebol, um dos responsáveis pela franquia, Oziel Machado vai além e declara. “Vamos estar na vida desses garotos durante a infância, adolescência e juventude, na idade onde em que se forma a personalidade de uma pessoa. Daí já temos noção da responsabilidade que teremos. Nosso objetivo é trabalhar baseado nos valores do esporte para formar não somente atletas, mas também cidadãos. Se esses garotos vão se tornar jogadores de futebol, depende do dom de cada um, todos terão a chance de mostrar seu talento, mas com certeza faremos o possível para que ele seja um profissional, independente da profissão que escolher”, garante.

Nas próximas semanas, os responsáveis pela franquia darão continuidade ao projeto para que em breve os garotos do Santa Etelvina possam vestir o manto sagrado e dar o primeiro chute rumo a uma nova fase na formação de futuros craques.

Uma das exigência do presidente do Nacional, Mário Cortez é para que, antes de todos os treinos, o hino do Mais Querido seja tocado, criando assim uma identidade cada vez maior com o clube.