16 de dezembro de 2017
Manaus, BR
°C

Notícias

Em dia de estreias, Nacional vence Baré/RR em amistoso

Em amistoso preparatório para a Série D do Campeonato Brasileiro, o Nacional Futebol Clube contou com apoio da torcida no estádio Ismael Benigno, a Colina e venceu, neste domingo (22), o Baré/RR por 2 a 0. Foi o primeiro jogo sob o comando do técnico Vagner Benazzi, que testou o elenco nacionalino para a disputa da competição nacional e também para o Campeonato Amazonense.

Os gols da partida foram marcados por Nonato e Osvaldir, ambos no segundo tempo.

Estreantes

João Paulo, Thiago Ulisses, Willian Fazendinha, Nonato, Jones, Carlinhos e Rafael Bastos atuaram pela primeira vez com o manto azulino. Os atletas aprovaram o primeiro teste e a estrutura do estádio Ismael Benigno.

Dentre os estreantes, destaque para Nonato. O camisa 9 marcou o seu primeiro gol a camisa do Naça, no segundo tempo. Experiente, o atleta jogou entre os titulares e saiu de campo aplaudido pelos torcedores.

No próximo domingo (29), o Nacional fará mais um amistoso. Desta vez, encara o Princesa do Solimões, em Manacapuru.

profissional 1

O jogo

O primeiro tempo foi sem grandes oportunidades para ambos os lados. Aos 29m, Osvaldir cruzou para área e quase Nonato marca o primeiro da partida. Antes disso, o Baré havia mandado uma bola no travessão e, em seguida, o goleiro do Naça João Paulo fez grande defesa.

No segundo tempo a partida foi outra. Mais veloz e com fome de gol, o Mais Querido foi para cima da equipe visitante. Na terceira tentativa, o Naça conseguiu marcar o primeiro tento. Osvaldir cruzou e, depois de um desvio na segunda trave, Nonato anotou o primeiro gol com a camisa do Naça, que abriu o placar na Colina.

A partida ainda ficou paralisada por conta da forte entrada de He-man em Thiago Ulisses. Torcedores e jogadores do Naça pediram para expulsão do lateral pelo lance desleal no jogador azulino. O juiz mandou apenas seguir o jogo.

Apesar do jogo faltoso e com bastante cartões, o Nacional ainda ampliou de pênalti. O atacante Tiago Verçosa foi derrubado na área e o juiz marcou pênalti. Osvaldir cobrou, ampliou o placar e deu números finais a partida.