16 de dezembro de 2017
Manaus, BR
°C

Notícias

Naça empata com Dom Bosco/MT e está fora da Copa do Brasil

O Nacional Futebol Clube está eliminado da Copa do Brasil, mesmo com o empate diante do Dom Bosco/MT, o Leão da Vila abandona a competição nacional ainda na primeira fase. A situação ficou complicada com o resultado do jogo de ida, em Cuiabá, quanto o time mato-grossense venceu a partida por 2 a 0. Com o resultado o Naça veio para a Arena da Amazônia precisando vencer por 2 a 0 para levar a decisão para os pênaltis ou vencer por três gols de diferença para conquistar a classificação no tempo normal. O que não ocorreu.

O time azulino jogava bem, mas aos 25 min Wilson é derrubado na área e o juiz marca pênalti, Naian vai para a cobrança e complica ainda mais a situação do Mais Querido. O técnico Heriberto da Cunha fez algumas mudanças e o Naça ainda conseguiu empatar com o zagueiro Roberto Dias, mas não adiantou muito. Dom Bosco classificado.

O jogo

O Nacional começou o jogo bem. Marcando a partir do seu campo, não sofria quando estava sem a bola, mas com tinha dificuldades na construção de jogadas ofensivas. Até que Hugo acertou a trave, empolgando o time, a partir daí, mais movimentações começaram a sair e o toque de bola começa a fluir. No lance seguinte, após outro escanteio, Roberto Dias cabeceou para a bela defesa do goleiro adversário, quase em cima da linha.

Como começou a ir ao ataque, o Nacional deixou espaços atrás, e em um contra-ataque, o atacante adversário driblou Roberto Dias, e Edson Rocha cometeu pênalti. Naian foi para a cobrança e abriu o placar para o Dom Bosco, 1 x 0.

Após levar o gol, o time foi anestesiado e perdeu aquele ímpeto ofensivo, tanto que poucas chances foram criadas. Verçosa não conseguia trabalhar com os três meias, não havia aproximação. Rafael Silva também havia não contribuía. Com lentidão na saída de bola e marcação frouxa, terminou o primeiro tempo.

Na volta para o segundo tempo, Heriberto voltou com Rodrigo Dantas no lugar de Verçosa, visto que o amazonense não conseguia fazer o pivô para segurar a bola no ataque. O time continuava a tocar a bola, mas sem objetividade, sem conseguir penetrar na área adversária, que se defendia bem.

O tempo passava, o Naça jogava contra o relógio e o time não conseguia criar chances. A bola parada era pouco efetiva e os espaços no campo de ataque não surgiam. Heriberto então lançou Hayllan no time no lugar de Rafael Silva. A substituição deu certo, o time ganhou em velocidade dribles pela esquerda no 1 x 1 e começou a criar mais.

Quando as chances surgiam, o time parava nas defesas do goleiro adversário. Rodrigo Dantas cabeceou a queima roupa e ele defendeu. No fim, Roberto Dias chutou forte e conseguiu empatar o jogo. Com resultado de 1×1 o Nacional foi eliminou na Copa do Brasil.