18 de dezembro de 2017
Manaus, BR
°C

Notícias

‘’Aqui existem garotos com muita garra e vamos preparados para o Rio-Nal’’, afirma James Furtado

Para embalar na competição, o técnico do juniores do Nacional Futebol Clube, James Furtado, espera encaixar o time o mais rápido possível, visando o confronto contra o Rio Negro, neste sábado (2), às 15h30, no estádio Ismael Benigno, a Colina, pela segunda rodada do campeonato Amazonense de Juniores.

Formado em educação física e ‘’velho’’ conhecido de vários clubes amazonenses, James Furtado,com o trabalho que fez com a garotada do estado durante toda sua carreira, e ressalta que o elenco do Naça pode revelar grandes jogadores com um trabalho feito de médio a longo prazo, pois o clube oferece estrutura e qualidade para isso.

‘’Em 95 cheguei ao Nacional e passei 10 anos no clube. Mas tive que sair para assumir um projeto do governo chamado ‘’Bom de Bola’’. Isso foi bastante maravilhoso na minha vida, porque trabalhei com muitos jovens que conseguiram se destacar e tentar carreira no esporte em outro estado.  Tive oportunidade de trabalhar com escolinhas dentro dos bairros e, por fim, voltei ao Nacional assumindo as categorias de base, visando um trabalho de médio a longo prazo ’’, disse.

DSC06341

Furtado comemora o fato das comissões técnicas da base e do profissional manterem uma boa linha de dialogo. Ele acredita que o sucesso da equipe profissional sempre começa com um grande trabalho feito nas categorias de base.

‘’ Temos uma linha de dialogo muito aberta com os membros da comissão técnica do time profissional. O professor Heriberto e sua equipe sempre estão tentando ajudar no nosso trabalho. Já fizemos amistoso com o time principal e treinamos no CT do clube. Então sempre fazemos o possível para ter essa aproximação entre às categorias de base e o profissional, pois sabemos que tem tudo para dar certo ’’, exaltou Furtado.

Sobre o clássico deste sábado, o técnico da base mencionou a raça que os garotos tiveram durante os 90 minutos na estreia contra o São Raimundo, e disse que essa é a ‘’chave’’ para fazer uma boa partida contra o Rio Negro, na Colina.

‘’Acho que a partida contra o São Raimundo serviu de motivação. Nós temos consciência que a equipe foi montada agora e ainda precisamos trabalhar bastante o entrosamento do grupo. Aqui existem garotos com muita garra e vamos preparados para o Rio-Nal’’, mencionou.

A entrada para o clássico Rio-Nal é livre.