16 de dezembro de 2017
Manaus, BR
°C

Notícias

Heriberto busca cautela para o clássico

Equilíbrio e bastante cautela. Essas são algumas das características que o técnico Heriberto Cunha procura programar para o Leão da Vila Municipal no jogo desta quinta-feira (24), contra o Remo/PA, válido pela segunda fase da Copa Verde às 20h30(de Manaus) no estádio Ismael Benigno, a Colina.

Cunha tem demonstrado preocupação com os desfalques que a equipe do Naça terá para esta noite.  Alem da dupla de atacantes Wanderley e Rafael Silva, o meia Charles. O professor também não contará com o meia Hugo que sente dores.

‘’É uma equipe que ta sendo formada dentro da competição. Esses jogadores que vão nos desfalcar já encaixaram bem na equipe estão bem adaptados sabendo o que fazer dentro de campo. Mas a gente tem que passar confiança para os outros jogadores que vão entrar. São jogadores que estão treinando muito bem, vem convencendo quando entram nas partidas, agora é passar confiança para todos eles para que possam corresponder bem‘’, disse.

O treinador também falou da importância do time ter respeito e cautela com o adversário, e procurar sempre uma postura inteligente para esse primeiro confronto.

‘’É preciso ter uma postura de uma equipe equilibrada bem definida dentro de campo sabendo que é um jogo de 180 minutos. Não pode sair para o tudo ou nada e achar que temos que matar o jogo aqui mesmo deixando de lado vamos ter a partida de volta lá no Pará. Nós temos que fazer um bom jogo e buscar o resultado’’, acrescentou Cunha.

Lei do ex

Atacante Rodrigo Dantas, que marcou gol na última partida do leão, ressaltou a sua expectativa para esse jogo contra a ex equipe e afirmou que o confronto contra o Remo será como qualquer outra partida normal.

‘’Para mim vai ser um jogo normal! Já joguei outras vezes contra o Remo, tenho um respeito muito grande pela instituição e pela torcida, mas a gente tem que encarar com seriedade sem entrar de qualquer jeito’’, disse Dantas.

O jogador comentou sobre a pressão que o todo atacante tem para marcar gols, ainda mais jogando em uma grande equipe com torcida grande.

‘’ O atacante é cobrado para fazer gols, essa pressão acaba sendo normal, o atacante pode ta jogando bem o que for, mas se ele não ta fazendo gols quer dizer que alguma coisa não está dando certo e sempre que a gente tem a possibilidade de marcar é muito importante para dar uma moral para restante da temporada’’, ressaltou.

Este será o segundo duelo entre os “Leões do Norte” em 2016. No dia 14 de fevereiro, deste ano, as equipes disputaram a Taça Leão Forte da Amazônia e o Naça levou a melhor. Empatou no tempo regular, mas levou a taça nos pênaltis.

Ingressos

Os ingressos para o jogo podem ser adquiridos na sede do clube, na Rua São Luiz, 230, bairro Adrianópolis e na loja Sport Line Nell, na Av. 7 de Setembro, Centro. No dia do jogo, também serão vendidos na bilheteria do estádio.