17 de dezembro de 2017
Manaus, BR
°C

Notícias

“O segredo é a gente entrar com humildade, marcar e impor nosso ritmo “, diz Osmar

Camisa sete, típico segundo volante e consciente.  Foi titular em todos os seis amistosos do Nacional na temporada e, na primeira partida oficial da equipe no ano, também esteve entre os 11. Experiente, Osmar sabe qual segredo para avançar de fase na Copa Verde.

“O segredo é a gente entrar com bastante humildade, marcando forte e impor nosso ritmo de jogo, como fizemos no jogo de ida. Espero que dentro da nossa casa possamos colocar um maior volume de jogo para sairmos com a classificação”, disse.

E não apenas saber os segredos para conseguir a vaga, mas também conhecer o Santos/AP. O volante fez o dever de casa e, assim como os outros atletas do Naça, sabe os pontos fortes e fracos da equipe adversária.

“A gente sabe o que eles têm a oferecer. Sabemos que o ponto forte deles é a bola cruzada na área e, claro, vamos explorar os pontos fracos. Mas temos que focar no nosso time, botar o futebol em prática conseguir a vitória”, salientou.

IMG_6200

Sobre o primeiro jogo oficial em diante da sua torcida, Osmar não titubeou. A formula para conquistar resultado positivo, segundo o jogador, é entrar em campo com atenção redobrada e controlar a ansiedade.

“A estreia é sempre um jogo difícil. Quando entramos em uma competição e fazemos a primeira partida nós queremos que as coisas aconteçam de maneira rápida e precisaremos controlar aquela ansiedade do primeiro duelo oficial em casa e ter atenção”, ressaltou.

Nacional FC e Santos/AP se enfrentam nesta quarta-feira (16), às 20h30 (de Manaus), no estádio Ismael Benigno, a Colina, zona Oeste de Manaus. O time comandado pelo técnico Heriberto da Cunha pode empatar em até 2 a 2 para avançar na competição.