16 de dezembro de 2017
Manaus, BR
°C

Notícias

“É só o primeiro”, avisa Heriberto da Cunha

O Nacional Futebol Clube não é apenas o único clube a ser campeão na Arena da Amazônia Vivaldo Lima é, agora também, o Leão Forte da Amazônia e a conquista não poderia ter sido melhor, vencendo o rival Remo/PA. A partida ocorreu neste domingo (14), às 18h. No tempo normal, deu empate, 1 a 1. Nos pênaltis, o goleiro Roberto Gomes defendeu o chute de Léo Paraíba, o Mais Querido venceu por 5 a 3.

O técnico Heriberto da Cunha garante que o elenco vai dar alegria à nação azulina e que esse título de Leão Forte da Amazônia, sobre o Remo é apenas o primeiro de muitos que ele e seus comandados pretendem conquistar.

“É só o primeiro. Esse time ainda tem muito para crescer e com certeza vamos dar muita alegria a essa torcida”, disse.

heriberto

O comandante avalia a atuação da equipe nacionalina, ressalta que muitos jogadores têm muito a mostrar e lembra que aos poucos eles vão conquistando a confiança da torcida.

“A equipe se comportou muito bem. Soube se comportar diante momentos difíceis na partida. Estamos numa crescente e muitos atletas têm muito a mostrar ainda. Essa vitória, esse título serve para provar que esse elenco vai conquistar a torcida e mostrar toda vontade que tem de ser vencedora”, completou.

Sobre o adversário, Heriberto da Cunha, admite ser consciente da qualidade do Remo, porém os jogadores do Naça entraram no jogo focados e com um único objetivo: vencer.

“Sem dúvida, o Remo é uma grande equipe que conquistou o acesso, tem uma base do ano passado que está junto há um tempo. Jogadores de qualidade, mas nós treinamos bastante para encará-los. Entramos no jogo focados e com o objetivo de vencer”, concluiu.

Descanso programado

O elenco nacionalino descansa nesta segunda-feira (15) e retorna à batalha na terça-feira (16), às 8h45, na academia e, à tarde, às 16h, o trabalho será na piscina, ambos os locais na sede do clube, localizada na Rua São Luiz, 230, bairro Adrianópolis.