17 de dezembro de 2017
Manaus, BR
°C

Notícias

O décimo segundo jogador no Pai-Filho

No futebol, em campo são 11 contra 11, mas a torcida é considerada o décimo segundo jogador. O apoio incondicional, os gritos, aplausos e cantos dão força, garra e fazem milagres, principalmente em dias de clássico e é justamente isso que a nação azulina promete fazer no primeiro Pai-Filho de 2016, que será realizado neste sábado (30), às 17h, no estádio Ismael Benigno, a Colina.

A torcedora Ingrid Carvalho, garante que estará presente no jogo e assim como ela, os colegas vão apoiar do início ao fim.

“A torcida irá apoiar do início ao fim. Torcer para o Naça é isso.  Não faltará cânticos para embalar o time rumo a vitória”, disse a apaixonada pelo Leão, que afirma estar confiante na vitória do ‘Pai’ sobre o ‘Filho’.

“Sabemos que vai ser um jogo difícil, apesar do time do Fast ser o mesmo que jogou o Juniores, a equipe buscará jogar por igual. Mas a torcida nacionalina espera poder presenciar um bom jogo e claro, a vitória. Embora seja apenas um amistoso, não deixa de ser um clássico e vai dar Pai sobre o Filho”, declara.

Se a Ingrid está preparada para entoar os cantos azulinos na Colina, por outro lado o Lucas Freitas, com muita tristeza informa que vai desfalcar a nação, neste sábado (30). Por motivos profissionais, ele não poderá presenciar o primeiro clássico do ano, mas afirma que não perderá os detalhes.

“Com certeza vou acompanhar, isso não vou deixar de fazer. Se tem Naça em campo, de alguma forma tenho que saber o que está acontecendo”, assegura. Mesmo à distância, Lucas espera por um resultado positivo do Naça.

“Por se tratar de um clássico, espero bastante empenho dos jogadores do Naça, com raça e vontade. Além do mais, o time tem que mostrar a que veio, mostrar sua garra. Acredito que vamos sair com a vitória”, concluiu.

Ingressos

Os ingressos para Nacional x Fast, serão vendidos somente na Colina. As bilheterias do estádio estão abertas a partir das 14h e as entradas custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).